quinta-feira, 7 de novembro de 2013

O fantástico da Santa Ceia

O "Baú do baú do Fantástico", exibido no último 27 de outubro, fez uma paródia da Santa Ceia que desagradou muita gente. O filho do Chico Anísio entra no cenário daquela quinta-feira anterior à morte de Jesus, e até faz uma "entrevista" com um Jesus com aparência de estar chapado. O humorista Bruno Mazzeo, no entanto, comete um equívoco neste "baú" ao colocar o evangelista Marcos entre os "convidados" da Santa Ceia - ele não pertence aos doze discípulos. Em todo o caso, esta é a função da paródia, imitar de maneira irônica e debochada obras literárias, filmes, músicas, e até histórias, como neste caso, a última Páscoa de Jesus com os discípulos quando o Senhor instituiu a Santa Ceia. Mas o problema da paródia é quando a brincadeira vira coisa séria, como acontece no bullying.
Quanto ao uso do nome de Deus, o próprio Criador ordena num dos Dez Mandamentos: "Não use o meu nome sem o respeito que ele merece; pois eu sou o SENHOR, o Deus de vocês" (Êxodo 20.7).  
Porque será que Deus tanto se importa com o nome dele? Na verdade, não é com o nome dele, mas com o nosso nome, com a nossa felicidade. Por exemplo, um jovem que não respeita o seu pai, ele terá dificuldades para confiar nele, receber dele a educação e tudo aquilo que um pai deseja oferecer ao seu filho. Naquela noite memorável Jesus pegou o cálice de vinho e disse: "Bebam todos vocês porque isto é o meu sangue, que é derramado em favor de muitos para o perdão dos pecados" (Mateus 26.28).  Não existe algo mais fantástico neste mundo do que o perdão dos pecados. Por isto, a Santa Ceia é coisa séria. A Bíblia enfatiza isto: "Aquele que comer do pão do Senhor ou beber do seu cálice de modo que ofenda a honra do Senhor, está pecando contra o corpo e o sangue do Senhor" (1 Coríntios 11.27). 
Está comprovado que o humor ajuda a vencer os problemas e traz longevidade, mas tem coisas que precisam de seriedade e reverência, começando com a Palavra de Deus. 
Marcos Schmidt

0 comentários:

Postar um comentário