sábado, 26 de setembro de 2009

17º Domingo após Pentecostes

Leituras: Sl 104.27-35; Nm 11.4-6, 10-16, 24-29; Tg 5.1-20; Mc 9.38-50
TEMA: A Igreja perfeita.

Que a graça de nosso Senhor Jesus, o amor de Deus Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos nós no meditar de sua palavra. Amém.

Visitante: - Pastor, não vou entrar nesta Igreja! Há muitas falhas, e pecadores.
Pastor: - Muito bem! Continues procurando um grupo perfeito. Contudo quando encontrares, não venha a fazer parte deles, pois daí ele não será mais perfeito.

Qual seria uma igreja perfeita? Vamos imaginar uma?
“A Igreja perfeita tem “Membros unidos; Visitam-se uns aos outros; Se perdoam; são amigos; Ofertam de coração; Não faltam aos cultos; Não faltam aos Estudos Bíblicos; Todos os departamentos funcionam muito bem; Cooperam para o bom andamento das atividades; Não buscam seus próprios interesses; O que vale é a opinião de todos e não só de um ou outro; São humildes; A liderança é comprometida com a Igreja, são responsáveis, trabalham, estão presentes em todas as reuniões, etc...”
Como gostaria de participar numa igreja assim!!!! Vocês gostariam?

Mas o fato é que não existe igrejas assim, pois as igrejas são formadas por pessoas e as pessoas não são perfeitas, são pecadoras, “Todos pecaram...” (Rm 3.23). Inclusive nós!
Olhem o exemplo que o texto bíblico de Nm 11.4-6, 10-16, 24-29 nos mostra: “O povo de Israel reclama uma barbaridade! Não está satisfeita com o que o Senhor estava dando a eles, e olha que o Senhor os havia tirado da Escravidão no Egito e os estava alimentando no deserto com o maná. (A única coisa que vemos é esse maná! v.6)
Diz o texto que o Senhor ficou irado e Moisés (seu pastor) também ficou muito triste ao ponto de também reclamar com Deus (v.10ss) Moisés pede ajuda do Senhor para dirigir o povo, pois eram demais para ele... Deus manda Moisés escolher 70 homens respeitados e Moises faz isso... o Senhor fez deles liderança... mas não durou por muito tempo... Teve até quem teve ciúme... Eldade e Meldade também recebem sabedoria e falavam como profetas... um rapaz foi contar para Moises (fofoca e inveja) e ele disse que gostaria que todo povo de Israel fossem profetas.”
Meus irmãos, não só Moisés sofreu com um povo, uma igreja imperfeita... vejamos outros exemplos que o apóstolo na Bíblia:

“Paulo escreveu para a Igreja Romana para dar, aqueles que confiavam nas obras, a salvação por fé; a igreja de Corinto foi admoestada por vários problemas, inclusive sobre a vida crista, ofertas, até mesmo problemas com o próprio Paulo; Discussões sobre a circuncisão foram tratadas na carta de Paulo aos Gálatas, sobre salvação aos não judeus..., ainda ratifica sua autoridade de pastor. Paulo se preocupava com a Igreja de Filipos, pois estavam surgindo várias doutrinas falsas, alguns lideres da Igreja eram contra ele; Na igreja de Colossos também tinham falsas doutrinas; Na igreja de Tessalonica além das falsas crenças, havia também uma maneira de agir que não era legal...”
Esses são alguns exemplos de Igrejas que não eram perfeitas e que são citadas até na bíblia.

Nenhuma igreja visível é perfeita.
“A Igreja visível é constituída daqueles que confessam sua fé e se reúnem nas diversas denominações cristãs, embora seja um pouco difícil saber quais podem ser realmente consideradas autenticamente cristãs, pois não podemos ver dentro dos corações daqueles que fazem parte dela...
No entanto Irmãos, através da Palavra e dos Sacramentos o Espírito Santo chama à fé. Os que crêem, ele os leva à comunhão (“chama, congrega, ilumina e santifica”), reunindo-os na Igreja. Embora existam várias igrejas (denominações e congregações locais) há, na verdade, uma só Igreja cristã, que é a reunião de todos aqueles que crêem em Cristo como seu único e suficiente Salvador. Portanto, a Igreja Cristã é a comunhão dos santos (santificados pela fé). Esta Igreja é considerada invisível porque ninguém pode ver a fé do outro. Ela é invisível para os homens, mas não para Deus, pois “o Senhor conhece os seus” (2 Tm 2.19).
A verdadeira Igreja está presente em todos os lugares onde se anuncia com pureza o Evangelho e se administra os Sacramentos (Batismo e Santa Ceia), conforme a ordem de Cristo.
A função da Igreja no mundo é falar de Cristo, anunciar o Evangelho e fazer discípulos --- é esta a função de cada cristão...”
(manual de instrução de Adulto – Lição (8) – Deus Espírito Santo)
E nós cristãos fazemos o possível para fazer isso? Nos esforçamos para fazer nossa igreja melhor? Muitas vezes não...

O Apóstolo Paulo nos dá alguns conselhos para nós cristãos fazermos nossa vida melhor, nossa igreja melhor.

Paulo escreveu na carta a Tiago par que tenhamos paciência, até que o Senhor venha. (Vejam como os lavradores esperam com paciência a colheita, as chuvas...) Não desanimem, pois o Senhor virá logo.
Não se queixem uns dos outros.
Lembrem dos profetas (pastores) que falaram em nome do Senhor e tomem como exemplo sua paciência nos sofrimentos. Olhem a paciência de Jó e como Deus o abençoou. O senhor está cheio de bondade e misericórdia.
Não jurem pelo céu, pela terra nem por nada mais quando prometem algo. Digam apenas sim ou não.
Ore quando sofrer. Quando estiver contente cante hinos de agradecimento!
Se está doente chamem os presbíteros (pastores) para que orem... (participação!!!!!) A oração feita com fé salvará a pessoa. O Senhor lhe dará saúde e perdoará seus pecados.
Confessem seus pecados uns aos outros... Olhem o exemplo de Elias que era humano igual nós e orou para que ficasse três anos e meio sem chover e foi atendido... Depois orou outra vez e voltou a chover.
Quem fizer um pecador se arrepender o salvará da morte e fará com que muitos pecados sejam perdoados....

Também no Evangelho de Mc 9.38-50 Jesus dá mais conselhos: Quem não é contra nós é por nós... Quem for culpado de alguém abandonar a fé seria melhor que o jogasse no mar com uma pedra amarrada na cabeça.
Quantas “igrejas empresas” hoje pelo mundo deveriam ter uma pedra envolta de seu pescoço, não é? E essa pedra por vezes poderia estar Tb em nossa cabeça, pois nos omitimos dizendo até mesmo que “Deus é um só”. O meu Deus não é o mesmo Deus que só dá bênção mediante uma barganha por ofertas ou outras obras!!!! Quem é contra nós não é por nós!!!
Jesus ainda fala: Se uma mão, pé ou olhos te faz pecar, arranque-os fora, pois é melhor entrar maneta, aleijado ou caolho no reino dos céus do que ir para o inferno, onde os vermes que devoram nunca morrem, e o fogo não se apaga.
Ou seja, arrependimento é necessário!
Tenham sal em vocês mesmos e vivam em paz uns com os outros.
Não encontraremos uma igreja perfeita, mas fazemos o máximo possível para seguir os conselhos da Palavra de Deus. Confiando que Jesus estará ao nosso lado todos os dias até a consumação dos séculos (Mt 28), e com a força que Cristo nos dá poderemos enfrentar qualquer situação (Fp 4.13). Assim, felizes e contentes porque Jesus nos ama e está ao nosso lado seguimos como igreja, nos dedicando ao máximo em melhor nossa igreja. Amém.
Igor M. Schreiber, Pontes e Lacerda – MT, 24/09/09